Trap feliz

Ontem, revisitei o Essential Mix de 2012 do Rustie e ainda acredito que este seja um ótimo testamento do trap enquanto som mais ou menos sério, antes que o “estilo” (numa conotação extremamente fashion da palavra, trazendo consigo todos os seus tecnicismos) tenha finalmente acabado no “trap feliz” (hm). Enfim, não digo que aprovo tal expressão, mas, ainda, o mix vale a pena.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s