O parça Gilmar

Gilmar Mendes teve isso a dizer sobre toda a situação posta entre o Senado e o Supremo Tribunal Federal envolvendo Aécio Neves:

“Cada Poder terá seus critérios, não me cabe fazer esse tipo de encaminhamento. O importante é que nós saibamos que estamos vivendo um momento bastante delicado e a gente não deve acender fósforo para saber ou querer saber se há gasolina no tanque.”

O fato de Aécio Neves, no fundo, ser o responsável por essa “fratura institucional” (nas palavras do Ministro Ayres Brito) é um demonstrativo de como estamos na merda.

Anúncios

Temer e Gilmar

Percebi, há algum tempo, que esse blog pode servir a vários propósitos: pode ser uma moradia de meus textos mais intimistas e, da mesma forma, pode servir à divulgação de textos mais analíticos e impessoais. Pode ser o depositório de análises breves, bem como de bobagens — tanto é que existe uma categoria justamente para esse tipo de coisa aqui.

Dito isso, meu chefe de estágio pediu, uma vez que estava revoltado com tudo e com todos, e principalmente Michel Temer e Gilmar Mendes diante dos acontecimentos mais recentes noticiados Brasil afora, que eu fizesse uma análise do que seria cabível contra os dois. Foi um esboço de um parecer. Furado, bem furado, mas eu me diverti — e ri bastante — enquanto escrevia numa noite dessas recentemente.

O link está abaixo. Ria comigo.

Parecer – Michel Temer e Gilmar Mendes